Header Ads

Na comparação com 2011, é menor o número de famílias gaúchas com dívidas

O total das famílias gaúchas endividadas apresentou redução em maio na comparação com o mesmo mês de 2011. O endividamento caiu 3,7 pontos percentuais, ao passar de 80,4% para 76,7%. O resultado faz parte da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência das Famílias gaúchas (PEIC-RS) divulgada nesta quarta-feira (30) pela Fecomércio-RS.
Na avaliação do presidente do Sistema Fecomércio-RS, Zildo De Marchi, apesar de as taxas de juros estarem em nível inferior ao de 2011, o ritmo mais lento da atividade econômica contribui para que o endividamento esteja abaixo do nível percebido em 2011. Quando comparado o mês de maio com o mês de abril, houve aumento no endividamento, que passou de 63,4% (em abril) para os atuais 76,7%. “Após a quitação de parte das dívidas contraídas na época do Natal, as medidas como redução do IPI de eletrodomésticos e redução de taxas de juros somam-se à sazonalidade do mês de maio, que costuma apresentar aumento do endividamento das famílias”, explicou De Marchi.
A elevação do endividamento ocorreu para as duas faixas de renda analisadas. Nas famílias com rendimentos até 10 salários mínimos, o percentual de endividados passou de 62,0% em abril para 75,3% em maio. Já no corte superior a 10 salários mínimos, o percentual passou de 69,2% para 82,7% em maio. O tempo de comprometimento com dívidas reduziu-se de 8,4 meses em abril para 7,1 meses em maio, revelando que as novas dívidas formadas em maio são de prazo mais curto.
Tecnologia do Blogger.