Header Ads

Dívida impagável

“Os estados chegaram ao limite”, alerta o presidente da Assembleia, deputado Alexandre Postal.

Marcha de deputados estaduais de todo o país a Brasília, dia 7 de julho, vai exigir solução para o endividamento dos estados com a União. A mobilização foi aprovada, ontem, em Natal, Rio Grande do Norte, durante a XVI Conferência Nacional de Legisladores e Legislativos Estaduais, com a participação do presidente da Assembleia gaúcha, deputado Alexandre Postal (PMDB). Hoje, o colegiado de dirigentes divulga a chamada Carta de Natal. “Os estados chegaram ao limite do prazo de espera por uma alternativa. A pressão política dentro do Congresso Nacional é fundamental”, diz Postal, consciente que a dívida é impagável nos moldes atuais.

Aqui
Um ato público para chamar a atenção da sociedade para a dívida gaúcha com a União foi definido, ontem, em Porto Alegre, durante reunião conjunta de representantes de 14 entidades de trabalhadores e empresários. “Temos todas as condições para caminhar juntos, pois é consenso a necessidade de fortalecer o debate político em torno deste tema”, disse o presidente da Ajuris, Pio Giovani Dresch. A dívida consome perto de 13% da receita líquida do orçamento público. Ainda sem data, o ato público será na Assembleia.

Desapropriação
Não é má ideia desapropriar a área de 11,7 hectares do Instituto Ronaldinho. A ideia ganha força entre os integrantes da CPI que investiga suposto uso irregular de recursos públicos. A valiosa área seria usada para atendimento a crianças e adolescentes em atividades esportivas e de lazer. Autor da ideia, o secretário municipal de Governança Local, Cezar Busatto, disse, em depoimento à CPI, que a entidade foi mal administrada e “destruiu sonhos” de meninos. Assis Moreira, irmão de Ronaldinho, depõe dia 21 junho.

PTB desiste da vice
Ao anunciar que não postula mais a vaga de vice na chapa à reeleição do prefeito José Fortunati, o PTB facilitou a unidade entre os três partidos (PDT e PMDB, além dos petebistas) que compõem o tripé trabalhista da administração de Porto Alegre. O posto deve ser preenchido pelo vereador Sebastião Melo, político prestigiado dentro e fora do PMDB, além de ser próximo de Fortunati.

Salários no IGP
O governo Tarso Genro oferece 49,73% de aumento salarial aos servidores do Instituto Geral de Perícias. A proposta foi apresentada pelo chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, à direção do sindicato da categoria. O percentual será integralizado até 2014, com parcelas em 2012 (10% sobre o básico), 2013 (10%, mais 70% de risco de vida) e, no último ano, 10% sobre o básico e 10% de risco de vida.

Boa pergunta
Senadora Ana Amélia Lemos (PP) perguntou a José Serra, no Twitter, se o Brasil não deveria ter genérico para medicamentos veterinários também?
Tecnologia do Blogger.