Header Ads

Tarso abre oficialmente Semana Farroupilha, acendendo chama crioula

A Semana Farroupilha foi aberta oficialmente no Estado nesta sexta-feira (14), às 10h, quando o governador Tarso Genro acendeu a chama crioula em frente ao Palácio Piratini. A cerimônia contou com a presença do presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Erival Bertolini, da patrona da Semana Farroupilha 2012, Nilza Lessa (esposa do advogado, jornalista, historiador, escritor e compositor gaúcho Barbosa Lessa), 1ª mulher homenageada com o título, e de autoridades dos três poderes. prendas, peões e cavalarianos representando CTGs de diversas partes do Estado também prestigiaram o evento.


Foto de Caco Argemi/PP

"A cerimônia fortalece a tradição e politicamente o Estado, por ser um momento de agregação do espírito gaúcho, da nossa cultura e da nossa história. Temos de preservar e trabalhar para que este evento tenha cada vez mais relevo" destacou o governador. Tarso Genro disse que este ano inovará, estando em duas cidades no dia 20 de setembro. "Além de assistir o desfile em Porto Alegre, estarei em uma cidade do interior, a ser definida. A idéia é mostrar que o Governo, como um ente que é síntese de toda esta condensação histórica e política do Estado não olha somente para a Capital, mas sim o território como um todo", disse.

Tradicionalistas
Nilza Lessa, que conheceu Barbosa Lessa no 3º Congresso Tradicionalista Gaúcho, na cidade de Ijuí, em 1956, foi professora, produtora de TV, de festas e eventos, gerente da churrascaria e teve uma loja de artigos gauchescos nos abrigos da praça XV, em Porto Alegre, para atender os turistas. "Afirmo que na convivência com os tradicionalistas sou muito feliz, parabéns aos tradicionalistas desta terra", declarou.

"Estamos fazendo a maior festa popular do Rio Grande do Sul, no garrão deste país. Um evento de preservação de valores, de cultura e da autenticidade do nosso povo", observou o presidente do MTG, Erival Bertolini. Para o militar da reserva, o saldo será muito positivo em termos de divulgação do Estado, das riquezas e costumes. "Contudo, temos de avançar para tornar o nosso Rio Grande visitado por todo o Brasil e pelo mundo para assistir aqui o que se faz pela preservação da nossa cultura", afirmou.

Bandeiras a meio-mastro Durante a solenidade, as bandeiras do Brasil e do RS permaneceram a meio-mastro, pelo luto oficial de três dias - desde 13 de setembro -, decretado pelo governador em função do falecimento do desembargador Osvaldo Stefanello, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado.

Ao deixar o palco, montado em frente ao Palácio Piratini, o governador foi cercado pelos alunos da 4ª série do Colégio La Salle São João, que queriam tirar fotos e o parabenizar pela data.

Logo após, um grupo de cavaleiros portando uma centelha repetiu o mesmo ato na Assembleia Legislativa; na Prefeitura Municipal; no QG da Brigada Militar, na Rua da Praia; no Monumento a Bento Gonçalves e, por último, na Loja Maçônica, da Avenida Praia de Belas. Os festejos, que se encerram no próximo dia 20, às 17h, com a extinção da chama crioula nos mesmos locais, comemoram os 177 anos da Guerra dos Farrapos.
Tecnologia do Blogger.