Header Ads

Dilma não tem mais condições de comandar o país, diz Caiado

Depois de tomar conhecimento das revelações contidas na delação premiada do engenheiro Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, publicadas pela revista Veja, o líder do partido Democratas no Senado, Ronaldo Caiado, disparou contra a presidente Dilma Rousseff: "Esse depoimento é prova de que as campanhas de Dilma foram irrigadas com dinheiro roubado da Petrobras e tiveram fontes nada republicanas". Caiado pediu que a Câmara dos Deputados abra um processo de impeachment já.

Veja teve acesso aos termos do acerto entre o empresário e a Procuradoria Geral da República. A revista diz que o conteúdo é "demolidor" pela abrangência e figuras envolvidas: "Ricardo Pessoa disse que usou dinheiro do petrolão para bancar despesas de 18 figuras coroadas da República. Foi com a verba desviada da estatal que a UTC doou dinheiro para as campanhas de Lula, em 2006, e de Dilma, em 2014".

O senador Caiado foi objetivo em post no Facebook: "Isso é motivo mais do que suficiente para Dilma perder o mandato e para convocarmos novas eleições. Que a Câmara abra o processo de impeachment. Crime eleitoral desse porte tem que ter como resposta imediata o afastamento da função. Dilma e o PT com mais essa reforçam que ela não tem condições de comandar o País".
O líder do DEM no Senado pediu que a Câmara dos Deputados abra um processo de impeachment por crime eleitoral, devido às revelações do empreiteiro Ricardo Pessoa.

Tecnologia do Blogger.