Header Ads

Senado vota relatório sobre impeachment de Dilma.

Os 81 senadores estão em plenário, nesta terça-feira (09), para votação do relatório favorável ao impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Cálculos de bastidores indicam que entre 58 e 62 votos devem determinar que o processo continue e chegue ao plenário.

Por volta das 22h25min, o presidente Ricardo Lewandowski, do STF, que comanda esta sessão, como determina a Constitução, chamou os dois últimos oradores, antes da votação, que são os advogados de defesa José Eduardo Cardoso e o de acusação Miguel Reali Jr.

O advgado Miguel Reali Jr subiu à tribuna, mas não conseguiu iniciar sua manifestação. Um debate sobre a necessidade de interrupção da sessão para descanso foi iniciada pelos senadores defensores de Dilma. Ao fim, Lewandowski concordou em parar por 30 minutos.
Tecnologia do Blogger.