Header Ads

MPF denuncia Lula por corrupção e lavagem de dinheiro

O ex-presidente Lula foi denuncia pelo Ministério Público Federal do Paraná, no âmbito da Operação Lava-Jato, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em caso de condenação, as penas, somadas, podem chegar a 32 anos e seis meses de prisão. As acusações se relacionam à reforma e suposta propriedade do tríplex no Condomínio Soláris, no Guarujá, no litoral paulista.

O tríplex de 267 metros quadrados passou por reforma ao custo de R$ 800 mil. Ganhou acabamentos de primeira linha, elevador privativo e arranjos florais pagos pela OAS, uma das empreiteiras envolvidas no escândalo do petrolão. O imóvel, que possui até piscina, hoje está abandonado.

>> Não se trata de petrolão, mas de propinocracia, diz Dallagnol

De acordo com o MPF, Lula recebeu vantagens indevidas da OAS e outras empresas envolvidas no escândalo da Petrobras, além de contratos milionários para armazenamento de bens pessoais. Essas vantagens, somadas, totalizariam mais de R$ 3,7 milhões.

Além de Lula, o MPF denunciou a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, o ex-executivo da empreiteira Agenor Franklin Martins, o engenheiro Paulo Gordilho, mais Fábio Fori Yonamine e Roberto Moreira Ferreira.
Tecnologia do Blogger.