Header Ads

Romênia admite corrupção inferior a 150 mil reais

Parlamento da Romênia.
Protestos se espalham pela Romênia devido a um decreto assinado pelo primeiro-ministro Sorin Grindeanu, do Partido Social Democrata (PSD), que descriminaliza corrupção com danos ao erário inferior ao equivalente a R$ 150 mil, valor duas vezes maior do que a renda anual de um trabalhador daquele país.

O novo governo, que acaba de assumir, afirma que a medida é necessária para adequar o código penal a decisões da Corte Constitucional. Adversários, no entanto, dizem que o objetivo é proteger o presidente do PSD, Liviu Dragnea, condenado por fraude eleitoral e ainda processado por abuso de poder.

O decreto ainda vai libertar 2.500 condenados a menos de cinco anos por crimes não violentos e reduzir penas de detentos com idade maior que 60 anos.

As ruas da capital Bucareste foram invadidas por protestos nessa quarta-feira (1º) e hoje não será diferente, de acordo com os organizadores das manifestações públicas.

Que a medida não sirva de inspiração para o pobre Brasil.


Tecnologia do Blogger.