Header Ads

Sinais de rádio vindos do espaço são capturados na Austrália

Uma equipe de astrônomos da Austrália anuncia que conseguiu detectar três novos sinais especiais conhecidos como rajadas rápidas de rádio, cuja sigla em inglês é FRB.

Uma equipe de astrônomos da Austrália anunciou, nessa terça-feira (3), que conseguiu detectar três novos sinais especiais conhecidos como rajadas rápidas de rádio, cuja sigla em inglês é FRB. Trata-se de fortes explosões que duram apenas milésimos de segundos. O feito consolidado nos últimos seis meses reforça a teoria de que os misteriosos flashes de rádio se originam do espaço profundo, informa a página oficial da Universidade de Tecnologia de Swinburne.

Os sinais rápidos de rádio merecem crescente atenção da comunidade científica desde que foram descobertos em 2007. A origem do fenômeno misterioso, registrado não mais do que duas dúzias de vezes, permite diferentes teorias científicas. Entre as principais aparecem causas catastróficas, como a explosão de uma supernova ou a queda de uma estrela de nêutrons em um buraco negro, e até possível ação deliberada de extraterrestres interessados em fazer contato com outros mundos.

O registro mais importante, até agora, ocorreu em 2012. Astrônomos do Observatório de Arecibo, em Porto Rico, identificaram, pela primeira vez, rajadas repetitivas de sinais de rádio e conseguiram indicar o local de origem: uma galáxia anã distante três milhões de anos-luz da Terra.
Tecnologia do Blogger.