Header Ads

Presidente cassada da Coreia do Sul tem dificuldades para contratar advogado

Advogados evitam assumir a causa devido à impopularidade e à fragilidade financeira de Park Geun-hye.

A ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye está com dificuldades para contratar advogados que a defendam no julgamento por corrupção marcado para iniciar no dia 2 de maio. Os advogados receiam vincular sua imagem à alta impopularidade de Parker, cuja pena para o caso dela pode ser prisão perpétua.

Parker demitiu a equipe de defensores que não conseguiu evitar que ela fosse destituída do cargo em março, o que lhe custou a imunidade presidencial. Os advogados também hesitam em assumir a causa, porque o trabalho de defesa custaria muito caro e ela está em dificuldades financeiras.

COMENTÁRIO - Na Coreia do Sul, partido não protege corrupto e nem "militantes" fazem "vaquinha" para bancar despesas de assaltantes dos cofres públicos. Parker já precisou vender sua casa, em Seul, para financiar sua própria defesa.