Header Ads

Lula leu 21 livros em 57 dias de prisão, diz assessoria

Depois de dizer - e nunca desmentir - que não gosta de ler, Lula se tornou uma verdadeira máquina de leitura na prisão. De acordo com post de sua assessoria na conta @LulapeloBrasil, no Twitter, o ex-presidente leu 21 livros em seus primeiros 57 dias preso em Curitiba.

Devorando de romances à publicações sobre políticas, Lula lê, agora, O Voto do Brasileiro, de Alberto Carlos Almeida, diz o post, que aproveita para divulgar o link para compra da publicação na Livraria da Folha.

O voracidade do novo leitor é extraordinária: média de 1 livro a cada 2,7 dias. Algo impressionante! Mas não tanto quanto à ideia de tratar Lula como "preso político" e não como político preso.

(Clique para ampliar a imagem)