Header Ads

Após Brumadinho, barragem do Paranoá é avaliada em Brasília

Após o rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais, o governo do Distrito Federal pediu uma avaliação da estrutura da Barragem do Lago Paranoá. O laudo da CEB e do Departamento de Estradas e Rodagem indica que a barragem do Paranoá não apresenta qualquer fragilidade ou risco de rompimento.

Apesar da boa avaliação da barragem do Paranoá, o governo vai executar medidas para evitar problemas futuros. Entre elas: o asfalto será impermeabilizado e os drenos revitalizados. Além disso, o tráfego de caminhões será proibido nos próximos dias e está sendo direcionado para rotas alternativas. Já os ônibus, continuarão a circular normalmente na pista.

O conselheiro do CREA - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, Newton de Castro, afirma que medidas de manutenção são fundamentais, mas também é necessário um constante monitoramento.

Outra medida para garantir a segurança na Barragem do Paranoá, será a diminuição da velocidade dos carros de 60 para 40 quilômetros por hora.


Deixe uma resposta