Header Ads

Eduardo Leite mantém parcelamento de salários

No primeiro mês de mandato, o governador Eduardo Leite se depara com a dura realidade financeira do Rio Grande do Sul. Nesta quinta-feira, dia 31, ele anunciou a continuidade do parcelamento dos salários dos servidores do Executivo, exatamente a mesma providência que era tomada pelo antecessor José Ivo Sartori por absoluta falta de dinheiro em caixa.


Foto: Palácio Piratini
Na campanha, Eduardo Leite sustentou o discurso de que os atrasos tinham relação com o modo de implementação do fluxo de caixa do Estado e prometeu regularizar os pagamentos em um ano. Se a solução é tão simples, espera-se que a prática não desminta o discurso. Será bom para os servidores e o Estado.

Tudo continua como antes. A culpa não era de Sartori.

Eduardo Leite ainda tem 11 meses para cumprir sua promessa de regularizar os pagamentos. Esperemos.

(Texto editado às 12h40min.)

Calendário de pagamento:

• 31 de janeiro - até R$ 1,1 mil

• 11 de fevereiro - até R$ 2.250

• 12 de fevereiro - de R$ 3,6 mil a R$ 5 mil

• 13 de fevereiro - R$ 7.250 a R$ 11,5 mil

• 14 de fevereiro - restante dos servidores

Deixe uma resposta