Header Ads

Mondrian

Novo Enem vai priorizar o ensino e não a doutrinação, diz Bolsonaro

A mudança exige que os pais acompanhem o que está sendo ministrado em sala de aula para prevenir prejuízo aos filhos.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manhã deste sábado, que a nova coordenação do Enem vai priorizar a medição do preparo acadêmico e não do quanto o estudante foi doutrinado em sala de aula.

Foto ilustrativa.
- Murilo Resende, o novo coordenador do Enem, é doutor em economia pela FGV e seus estudos deixam claro a priorização do ensino, ignorando a atual promoção da “lacração”, ou seja, enfoque na medição da formação acadêmica e não somente o quanto ele foi doutrinado em salas de aula - diz post do presidente no Twitter.

COMENTÁRIO - Excelente notícia. Precisa ser levada em conta pelos país, que devem acompanhar tudo o que é ministrado em sala de aula. Se for doutrinação em lugar de conteúdo relevante para o ensino, terá a obrigado de conversar com a direção da escola. Caso se omita, o grande prejudicado será seu filho. O novo Enem será para preparados e não para doutrinados.

Deixe uma resposta