Header Ads

Mondrian

Posse de arma trata de legítima defesa e não segurança pública, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro critica as "falácias" sobre a posse de armas, esclarecendo que o objetivo do decreto recente é "iniciar o processo de assegurar o direito inviolável à legítima defesa" e não resolver o problema da segurança pública.

Foto: Antônio Cruz/ABr
De acordo com o presidente, o problema da segurança pública será tratado com "medidas eficientes" a ser "tomadas e propostas". Bolsonaro diz que "os problemas são profundos, principalmente pelo abandono dos governos anteriores".

Recém tomando pé dos graves problemas do país, Jair Bolsonaro lembra que "mal dá pra resolver tudo em 4 anos, quem dirá em 15 dias de governo".

Deixe uma resposta