Header Ads

Bolsonaro diz que aceita reduzir de 62 para 60 idade mínima para aposentadoria da mulher

O presidente Jair Bolsonaro admite negociar pontos da reforma da Previdência, sendo, um deles, a redução da idade mínima para aposentadoria de mulheres de 62 para 60 anos, informa o UOL. Bolsonaro também disse que pode aceitar mudanças no Benefício de Prestação Continuada, pago a idosos e pessoas deficientes de baixa renda. Outra mudança possível, segundo o presidente, é aumentar de 60% para 70%, mais 10% por dependente, o valor da pensão por morte.


O Estadão, que publicou a mesma notícia, citando o UOL, disse ainda: "As modificações que serão feitas pelo Congresso não podem “desfigurar” a proposta, afirmou o presidente. Ele disse que a não aprovação do texto fará com que o País passe por muitas consequências negativas, como alta do dólar, queda das ações das empresas listadas na Bolsa, suspensão de pagamento a servidores e enfraquecimento do governo."