Header Ads

Ex-comandante da missão da ONU no Haiti deve substituir Bebianno

O general Floriano Peixoto Vieira Neto é contado para assumir a secretaria-geral da Presidência no lugar de Gustavo Bebianno, que deve ser exonerado nessa segunda-feira, dia 18. 

A indicação elevaria para nove o número de militares no primeiro escalão. Floriano Peixoto esteve, nesse sábado, com o presidente Jair Bolsonaro.

O general Floriano Peixoto foi comandante da missão das Nações Unidas no Haiti (Minustah) de 2009 a 2010, período em que ocorreu o pior terremoto da história do país, com mais de 100 mil mortos.

Currículo do general Floriano Peixoto:

  • Formado pela Academia dos Agulhas Negras, com mestrado em Ciências Militares e doutorado em Política, Estratégia e Alta Administração pela Command and General Staff College (CGSC). 
  • Experiência com relações-chave com agências governamentais e não governamentais em contextos nacionais e globais. 
  • Líder sênior e planejador operacional-estratégico com os recursos humanos e logística com experiência em situações nacionais e internacionais. 
  • Instrutor em escolas militares e no nível universitário. 
  • Coordenador e assessor para os esforços interagências no Brasil e no exterior. 
  • Foi chefe de operações do 1º contingente brasileiro no Haiti – Força de Manutenção de Paz (2004); Comandante da Força da Minustah (2009-2010) – incluindo o período do terremoto no país -, prestando assistência às vítimas, coordenando a ajuda humanitária internacional e participando de diversos grupos para reconstruir o país.