Header Ads

Inimigo mais perigoso da reforma

O cientista político Fernando Shüler afirma que o inimigo mais perigoso da reforma é o político que se diz favorável, mas não exatamente "dessa" reforma. 

– É a posição mais cômoda: vocifera ao lado da minoria barulhenta, vota contra a reforma possível e discursa alegre a favor da reforma imaginária, que ele sabe não acontecerá – completa.