Header Ads

Lava Jato corre o risco de ser anulada, diz Deltan

O procurador da República, Deltan Dallagnol, afirma que a Operação Lava-Jato correrá sério risco de ser anulada, caso o Supremo Tribunal Federal decida, em julgamento marcado para 13 de março, que crimes comuns e eleitorais devem tramitar juntos na Justiça Eleitoral. Na Lava-Jato, os processos tramitaram separadamente: crimes de corrupção ficaram com a Justiça Federal e crimes eleitorais seguiram para o Tribunal Superior Eleitoral.

Assista ao vídeo.