Header Ads

Previdência: procurador critica idades diferentes para homens e mulheres

O procurador do Ministério Público de Contas, que atua no Tribunal de Contas da União, Júlio Marcelo Oliveira critica idades diferentes para aposentadoria de homens (65) e mulheres (62) previstas na proposta do governo de reforma da Previdência:

- O fato de grande parte das mulheres, não todas, trabalharem em casa quando chegam do trabalho é uma questão de costumes, não uma questão previdenciária. Apesar disso, vivem mais que os homens. Na maioria dos países, a idade é igual - diz o procurador.