Header Ads

Deltan critica reação do STF contra Janot

O procurador Deltan Dallagnol afirmou, em entrevista à Jovem Pan, que as declarações do ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, sobre ter pensado em matar o ministro Gilmar Mendes foi "destemperada", mas disse que a simples menção a uma hipotética vontade de matar não configura crime.

“Sem minimizar a gravidade, o que me preocupa mais não é que isso tenha passado pela cabeça cabeça dele. Me preocupa a reação totalmente destemperada do STF. Faltou jurisdição. A gente estuda que a simples cogitação de fazer algo errado não é errado, não é crime. Se alguém cogitar roubar um banco, matar alguém, por pior que seja o crime, não é punível. A gente não pode punir alguém por pensamentos”, afirmou Deltan.


Deixe uma resposta