Header Ads

Mondrian

Bolsonaro ironiza publicação em livro sobre ideia de demitir Moro

O presidente Jair Bolsonaro ironizou, na manhã desta terça-feira (14), a nota de bastidor contida no livro "Tormenta - O governo Bolsonaro", da jornalista Thaís Oyama, de que ele teria pensado em demitir o ministro Sérgio Moro. O Episódio teria ocorrido em agosto do ano passado, quando Moro criticou a decisão do ministro Dias Toffoli de suspender investigações com dados do Coaf.

– Essa imprensa é uma vergonha. Lê meus pensamentos e [conforme ela] ministros se convencem a não demitirem a si próprios. kkkkkkkk kkkkkkkkk - publicou o presidente Bolsonaro no Twitter.

Presidente Bolsonaro ironiza e ri de informação de livro.
A referência a "ministros se convencem a não demitirem a si próprios" se deve a um título errado publicado pelo site O Globo, em matéria sobre o livro de Thaís. "Ministro Augusto Heleno convenceu Moro a não demitir Sério Moro, diz o livro", publicou o site. Depois corrigiu.

O erro foi corrigido, mas o print é eterno, como dizem os internautas.

Deixe uma resposta