Header Ads

Mondrian

Twitter suspende contas vinculadas ao regime de Nicolás Maduro

O Twitter suspendeu mais de duas dezenas de contas vinculadas ao regime ditatorial de Nicolás Maduro por violação às regras de uso da rede social.

Entre os bloqueios, estão perfis administrados pelas Forças Armadas, comunicação social da Presidência (@PresidencialVen) e do Banco Central do país.

A conta de Maduro (@maduro_en) continua ativa - e o ditador não se manifestou, até este momento, sobre a medida adotada pela rede social.

O Twitter não informou qual regra foi violada.

Veja, abaixo, a lista de violações possíveis:

  • Violência
  • Terrorismo ou extremismo
  • Exploração sexual de menores
  • Abuso ou assédio
  • Conduta de propagação de ódio
  • Suicídio ou automutilação
  • Mídia sensível, incluindo violência explícita e conteúdo adulto
  • Produtos ou serviços ilegais ou regulamentados
  • Publicação de informações privadas de outras pessoas
  • Nudez não consensual
  • Spam e manipulação
  • Integridade nas eleições
  • Falsa identidade
  • Direitos autorais e marca registrada
  • Publicidade de terceiros em vídeo
Comunicação de Maduro perde conta na rede. Foto: Reprodução/Twitter

Deixe uma resposta