Header Ads

Prefeito baiano ordena corretivo em quem não usa máscara e ouve som alto. Veja o que acontece

O prefeito de Miguel Calmon, na Bahia, ordenou que a polícia aplicasse um corretivo em quem andasse sem máscara nas ruas e em quem colocasse som alto. O município decretou Estado de Calamidade Pública, embora não tenha caso registrado de coronavírus.

Um policial encontrou uma família ouvindo música, entrou na casa e destruiu o aparelho de som a ponta-pés, enquanto a dona da casa chorava desesperada.

Parabéns, prefeito Caca!


Deixe uma resposta